6 de mar de 2013

Eu não sou senhor do tempo, mas HOJE eu sei que vai chover...


Hoje de manhã acordei um pouco atrasado. 
Tinha dormido tarde na noite anterior e o resultado foi uma leve dor de cabeça ao acordar... 

Como de costume, com dor ou sem, ligo o meu computador para checar blog, email, facebook... Essas coisas... Eu nunca leio noticias. Só que hoje eu pensei nessa hipótese .. Assim, abri o G1, e me deparei com uma noticia que me pareceu no minimo, uma terrível brincadeira de mal gosto. Nesse momento, já nem sentia dor de cabeça, mas sim dor de perda.

No enunciado dizia que o maior ídolo de todos os tempos, Alexandre Magno Abrão ou Chorão, foi encontrado morto nesta madrugada. Fiz questão de não acreditar e não acreditei, mas logo a noticia tomou proporções que foram inegáveis. Fiquei anestesiado quando cai na real. Não quis nem saber de motivos, e nem de nada. Fiquei com muita raiva... O primeiro motivo que cheguei a pensar foi justamente esse, o uso de drogas... Fiquei putasso! Eu penso da seguinte forma: se você é famoso, é admirado, um ídolo nato, não tem permissão de pensar somente em si mesmo. Existem muitas pessoas a sua volta. Muita gente pra se importar... 

Porém em determinado momento, me coloquei no lugar dele. Logo fui buscar o motivo disso tudo. Fontes me disseram que ele estava se divorciando da esposa e por isso estava entrando em um processo de depressão... É como um amigo meu me disse: "Matheus, sê Imagina você famosaço! Todo o mundo a sua volta, e você sem poder contar com essa galera? Se você é famoso, a maioria da galera que fica a sua volta é gente interesseira... É muito difícil ser famoso e ter amigos... Ou você tem amigos, ou é famoso. Ai o único porto seguro que ele tinha (a esposa dele), vai e larga o cara..." Refleti um pouco depois dessa...

A frase chave disso é: "Se colocar no lugar do outro." Se você se colocar no lugar do outro você vai evitar muita saliva... Pimenta no olho dos outros é refresco... É realmente muito triste perder uma pessoa louca e lucida. Ele usava drogas sim, mas também sabia o que viria de brinde... Ele sempre dizia que: "Cada escolha uma renuncia isso é a vida"... Então ele realmente sabia de todos os riscos... Se o cara era drogado, foda-se, tinha qualidades e defeitos como qualquer ser humano.



Peça rara de se encontrar... Regeu grande parte da minha vida. Me mostrou que era possível ser louco. Que eu poderia fazer o que eu quisesse... Me mostrou também que eu poderia ser assim, mas com uma condição: que eu fosse homem de assumir todos os meus atos... 

Perdemos um irmão...



O Brasil e o mundo em #Luto...
Chorão, vá com Deus parceiro!!! Descanse em paz guerreiro!

Relacionados