Observações sobre a bebida

Ê pinga brava! Não bebo. É difícil achar alguém que não bebe, e que não o faz por ser religioso ou por outros fatos. A bebida alco...





Ê pinga brava!


Não bebo. É difícil achar alguém que não bebe, e que não o faz por ser religioso ou por outros fatos. A bebida alcoólica não me desperta interesse em consumi-la. Até porque creio que se beber, isto será meu fim. Mas gosto de saber sobre elas.
Ser um abstêmio numa cidade universitária é algo inimaginável. Afinal, não existe motivo pra beber, e em todo lugar se bebe. É o meio mais usado para fuga da realidade, não que isso seja ruim; se não sairmos da realidade, enlouquecemos sobre ela. E dependendo do curso que se faz, é melhor esquecer mesmo.
Sempre foi dito que a bebida é um meio eficaz para socialização. E nestes rocks da vida eu percebi isto mesmo. Toda pessoa tem uma resistência moral, um resguardo de si no ambiente novo, que é simplesmente o senso para todas as ações somado ao recato. A bebida, ao longo do tempo vai fazendo este senso diminuir até acabar. Por isso o início da festa é algo morno, sem sal, e depois a coisa vai ficando boa. As pessoas se liberam, conversam, fazem coisas mais ousadas, se divertem.
Uma menina, que é conhecida por ser bem tímida e meiga, porque seu corpo frágil e seu rosto extremamente jovial o aparenta ser assim, com três copos de cerveja já demostra mudanças de personalidade:
  • Sem beber, estava quieta, com um olhar vagante, mãos e pernas paradas, escorada numa pilastra. Calada.
  • No primeiro copo, começou a falar um pouco. Sorria. Já estava de pé.
  • No segundo copo, falava um pouco mais espontaneamente. Mexia os braços com um ritmo. Ria, sem ser este riso um "mecanismo para a manutenção do convívio social", ou seja, era natural.
  • No terceiro, estava animada, falava abertamente, ria, se mexia, começava a brincar. Estava liberta da vergonha.
É claro que isto foi apenas uma observação sem nenhum método. Mas eu vi o potencial que a bebida faz. Essa mesma menina uma hora fala assim comigo:
- Porque você não bebe?
- Ah, porque eu não quero isso pra mim. Você bebia antes de vir para cá?
- Um pouco, mas depois que vim, uh, agora bebo mais - rindo alegremente. - A bebida é fácil de socializar, olha que legal as pessoas conversando...
Mas talvez o mais divertido (ou não) são as histórias de bêbado. Todo mundo uma hora passa da conta (universitários sempre). E no dia seguinte, aquela turma ouve os depoimentos para reconstituição dos fatos ocorridos na noite anterior.

Primeiro depoimento
- Nuh Filipe, ficou sabendo do que aconteceu?
- Não.
- Teve briga na casa do Diego, três caras queriam brigar e tal, e a namorada dele expulsou eles aos berros, gritando. Até garrafa quebraram lá.

Segundo depoimento:
- Puta merda, cê ficou ruim demais! Hahahahaha.
- Nem tô lembrando de nada, aquela maracupinga foi foda.
- Você virou três copos de cachaça com a Carol.
- E você tomou o copo da minha mão e virou ele.

Terceiro depoimento
- E aí, viu a treta?
- Vi. Eu tava na sala quando a namorada do Diego começou a gritar com os caras lá. 
- E aí?
- Eu acabei indo embora pra casa. Isso é foda, né?
- É... 
- Só sei que ontem o povo tava doido...

Quarto depoimento
- Aquela desgraça de pinga doce que aquele pessoal trouxe lá, nú, ela é foda. Não lembro de nada.
- Você vomitou no banheiro tomando banho, eu tive que tirar você de lá pelado!
- Ha ha ha ha ha ha ha! Não lembro disso não!
- Era umas 5 horas da manhã.
- Aquela pinga é fogo mesmo, acordei 8h. Tô com a cabeça doendo...
- Eu comi agora na universidade, passei o dia todo sem comer nada.

Numa noite várias coisas acontecem, quase tudo envolvendo a bebida. E você, tem alguma história interessante para contar? Como diria Roberta Zampetti, "compartilhe com a gente!"

*****
Pra quem não percebeu, o blog mudou de layout, agora aumentou e trocou o tamanho da logo, além da carinha ganhar uma boca, algo que tinha notado há muito tempo. Agora, por cargas d'água: porque o Matheus tinha criado um desenho de um menino sem boca?

Ah, e ainda tá rolando o Concuso SeuBlog.com. Estou com bastante preguiça de colocar o link, então, vai procurar!
PageRank Checking Icon ©Matheus 2013 - Todos os Direitos Reservados | Design por Matheus Pacheco.
Nome

Arte,1,Bandas,1,Banksy,1,Concursos,5,Curiosidades,7,Curta um curta,8,Edenilton Santos,4,Esportes radicais,2,Filipe,13,Filmes,3,Fotografias,8,Gadgets,1,Humor,27,Imagens,3,Indignei,1,Lara Vic.,6,Laryssa Machado,10,Matheus Pacheco,51,Maya Marques,3,Música,7,Nem Amarrado,2,Noticias,7,Opinião e Comportamento,18,Saulo Bahia Grenouille,2,Seublog.com,6,Tecnologia,5,textos,1,Videos,34,
ltr
item
Guerra no Papel: Observações sobre a bebida
Observações sobre a bebida
http://marvada.files.wordpress.com/2010/09/dsc03832.jpg
Guerra no Papel
http://guerranopapel.blogspot.com/2013/03/observacoes-sobre-bebida.html
http://guerranopapel.blogspot.com/
http://guerranopapel.blogspot.com/
http://guerranopapel.blogspot.com/2013/03/observacoes-sobre-bebida.html
true
8417906206133715830
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy